23
mar
Entre Elas

Que direito é esse???

Adrianne Passinato

Ao  ler a manchete nos jornais “Hillary Clinton orienta o Brasil a considerar legalizar o aborto” na semana passada, não podia acreditar que este conselho vinha da mesma mulher que demonstrou ter tantos princípios ao manter de pé seu casamento com o então presidente americano Bill Clinton ao saber que o mesmo tinha um caso amoroso com Monica Lewinsky em 98.

E o pior é que sem nenhum constrangimento a secretária de estado dos Estados Unidos ainda afirmou ao ser interrogada por jornalistas que o fato de ser a favor do aborto é “por causa do grande efeito que tem nos números de crianças que as mulheres pobres têm que não poderão educar, alimentar de forma apropriada, cuidar e o grande número de mulheres mortas que os abortos ilegais provocam porque são proibidas de exercer tal fundamental direito pessoal”.



Sinceramente fiquei impressionada com estas declarações. Como se “não conseguir educar ou cuidar de forma apropriada de um filho” fosse motivo suficiente para um aborto ou como se aborto fosse realmente um “direito fundamental pessoal”.

Que direito? Que realização pessoal seria essa?

Nesta hora passaram tantas coisas em minha mente e me lembrei do que a Bíblia diz – “E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor se esfriará de quase todos” Mt 24:12.

Precisamos rever nossos conceitos e sondar nosso coração para saber se não estamos nos tornando insensíveis demais e principalmente lidando com o ser humano com muito descaso.

É claro que não estou aqui querendo colocar uma posição pessoal a respeito de um tema tão discutido, mas baseado na palavra do Senhor que garante o direito da vida a todo homem e toda mulher é que deixo aqui a minha profunda indignação não especificamente contra a senhora Clinton, mas ao conceito deturpado na mente e no coração das pessoas.

Como se a vida não tivesse mais valor!!!

Pra. Adrianne Passinato


Deixe seu comentário



Copyright 2013. Líderes de Batom - Todos os direitos reservados